Para lá de Marrakech- Viagem ao Marrocos

Com grandes expectativas sobre o Marrocos,  começamos a nossa viagem por Madrid e no outro dia de manhã estávamos no aeroporto para embarcar nessa grande aventura!

Voamos de:  Ryanair ou olha no skyscanner
Moeda local: Dirham
Língua local: Árabe, Francês , vira e mexe Português e Inglês
Religião: Maioria Islã
Temperatura: QUENTE DE MAIS! Pegamos +40 no verão.
Meus Vídeos no Marrocos: Ruas de Marraquexe  , na Medina


Primeiro dia:

Chegando lá o transfer do Hotel Belbaraka, um Riad LINDISSIMO e muito bom, estava nos aguardando e entramos no carro e fiquei agoniadíssima com o trânsito daquele lugar! Não tem faixa de sinalização e todos andam muito loucamente, tem bike, pedestre, moto, cavalo, camelo, carro tudo no mesmo lugar! hahaha FOI TENSO! Temos a sensação que iriamos bater o tempo todo! Um verdadeiro caos.


Estacionamos para ir ao hotel, mas descobrimos que para chegar nele, ainda faltavam 5 min andando. Marrocos antiga parece o bairro da Liberdade depois da guerra! =/ Andamos por uns becos(acredite, reais becos) e chegamos no Hotel, lá sim você encontra o Oassis no meio da Medina, lindíssimo! hahaha Diziamos que cada porta bonita era um paraíso no meio da guerra!

Fomos, com muito medo do trânsito e de nos perderermos, para a Jemaa el-Fnaa , a praça principal da Medina(antiga Marrakech), Comemos um cuscuz que fica no restaurante ainda na praça do lado direiro e rodamos o dia todo pelo mercado,
PS.:NADA lá tem um preço fixo... No início é complicado pq vc não sabe valores e tem que ser bom na pechincha, depois que você se acostuma, fica super legal, por uma horas e já fica UM SACO, vc só quer dizer 1 euros para tudo hahaha dai os carinha PIRAMMM com sua cara e te xingam de tudinho q vc pode imaginar (em tds as linguas).


Tinha recebido a dica de uma amiga que era : Não olhe ningém nos olhos, mas claro que eu fiz o contrário e um cara insistiu para levar a gente para uma farmácia especializada em Argan, e minha mãe aceitou(...)  Pense que o caminho até lá era muito louco, entravamos e saímos em uns becos, passávamos dentro de lojas e do nada entravamos em uma rua.. Mas chegamos e eles são cheio de papo e realmente tinham tudo de Argan, mas eles levaram a gente para uma sala, tipo um laboratorio falaram um monte e sairam, fiquei sozinha nessa sala com a minha mãe - Nessa hora eu só pedia a Deus para cuidar da gente, eu tinha certeza que naquele momento eu iria perder um dos meus rins -  No fim, deu tudo certo, saí com os meus dois ruins mais 8 oléos de argan e  uns cremes a base de argan para psiorize da minha mãe! ahahah... Eu tava com tanto medo de estar lá que se vc perguntar o que o cara falou eu NÃO TENHO NEM IDEIA! Mas sobrevivemos!

Tentamos por tudo voltar p onde estávamos antes, mas isso nunca aconteceu, então rodamos mais, compramos MUITO e fomos comer ... Tentamos pensar em comer na praça que a noite vira um zologico, colocam barraquinhas de comida e aparecem mil pessoas fazendo performances com cobras, macacos e qq coisa que vc imaginar... Não tivemos coragem de comer na praça e fomos comer em um restaurante que um local tinha indicado. O velho e bom cuzcus estava deli!

Taxi tem que ser negocíado ANTES de entrar, procure saber quanto vale a rodada até o seu hotel, vale a pena pegar taxi, eh MUITO barato!!!

Ps.:Todos os dias, por 5 vezes, você escuta as orações(Salat), que são transmitidas por auto falantes das mesquitas, elas duram em média de 5 a 10 mitutos.

DICA: Se você gosta de tapetes, vale MUITO a pena comprar por lá, exitem algumas fábricas que eles te mostram todo o processo e eles entregam em qualquer lugar do mundo.

Segundo dia:
No outro dia de manhã fomos para Marrakech nova e andamos um pouco... Mas é bem sem graça... É igual a qq lugar no mundo, com lojas famosas, McDonalds(que nos salvou) e etc...
De lá queiramos conhecer o Palácio Bahia... Pegamos um taxi e  quando chegamos lá, já estava fechado, dai encontramos uma vendinha com a aguá mais gelada do planeta (acho que é o único lugar no Marrocos com água gelada) hahahaha  e com o menininho super legal, ele fez o famoso Xai, que estava uma delicia e ficamos hrs conversando com ele, ele me contou como é a vida dele e que ele estava alí pq o pai dele não podia trabalhar durante o Ramadão.

Uma loja típica que você encontra na Medina

De lá vimos uns turistas andando e fomos informadas que lá para cima tinha uma Sinagoga e um Cemitério... só que no caminho um LOUCO começou a falar nos seguir, entramos em uma rua podre e tenebrosa e ele atrás de mim, dizendo q morava ali q conhecia todo o local e coisa e tal... Chegando lá em cima, não tinha NENHUM turista e fiquei com mais medo ainda, tentamos fazer com que ele nos perdesse de vista, só que ele achou a gente quando estávamos quase para descer uma rua, ele nos achou e desceu junto.
No meio da descida, ele começou a me xingar, pedindo dinheiro, tentando me colocar na parede e me xingando td no pé do meu ouvido, eu tava desesperada,  chegamos na rua principal e comecei a andar no meio da rua e ele começou a me chamar de racista, tipo GRITANDO e apontando e dizia que queria o dinheiro dele, até que finalmente a vendinha, aquela do menino legal, apareceu e eu fiquei feliz pelos 90 dhirans deixados por lá! O menininho acabou nos ajudando, mandou o cara vazar e nos levou até a frente do palácio.. UFA!.. Lá tinha um grupo de meninos franceses e pedi para segurir com eles... Depois disso, fui atropelada por uma moto, hahahaha (quanta coisa boa aconteceu nessa viagem!) DICA2 do Marrocos: NÃO corra, nunca! Td se resolve andando e motos e carros somente dirigem a 50 km/hr hahaha eles não achar um jeito de não te atropelar.

Ps. Eles estavam no meio da celabração do Ramadão, ou seja, todos os homens estavam dormindo o dia todo para Alah! Enquanto as crianças trabalhavam...


O mercado da medina

Nosso hotel


Realmente todas as mulheres andam cobertas, é MUITO barato, o povo é muito pobre, feio, sujo, mercenário e desculpa.. sobre o povo eu não tenho muitas coisas boas a falar, todos que conheci eram muito estranhos e os legais era interessados no nosso dinheiro... É realmente um lugar bem diferente, único e excêntrico.
Toda viagem é única e mesmo com todos os "perregues" foi  uma ótima experiência, diferente e eu não diria para você não ir para o Marrocos, cada pessoa tem uma experiência diferente, mas se você for mulher, VÁ com um homem! Eles realmente NÃO respeitam as mulheres! ...

Sabe aquela Marraquexe linda da novela O Clone? Pois é... eu nunca achei!

Uma Mesquita - Mulheres não podem entrar.

Popular